Duas das grandes paixões dos sulistas, o tereré e o chimarrão são bebidas presentes na rotina das famílias em todas as épocas do ano. É normal ver pessoas reunidas na frente de suas casas ou em praças, tomando um chimarrão e compartilhando de uma boa conversa. No verão o sucesso é o tereré, que conquistou até as crianças, por ser uma bebida refrescante e muito saborosa.

Seja por gosto ou tradição, sabemos que essas duas bebidas são preparadas com erva-mate, porém consumidas de maneiras diferentes. No post de hoje iremos falar mais dessas duas delícias e suas diferenças.

A temperatura

O tereré é uma infusão de erva-mate com água fria, por isso é refrescante e muito consumido no verão.

O chimarrão é uma infusão da erva com água quente. Muitas pessoas gostam de ingeri-lo logo cedo em jejum ou à tarde, em qualquer estação. No inverno ele aquece o corpo, o que é muito agradável.

Diferença entre chimarrão e tereré

O preparo

O tereré pode levar limão, hortelã, capim-limão e até algum suco de sua preferência, aqueles de pacotinhos mesmo, assim ele irá ficar com um sabor a mais além da erva-mate.

Já o chimarrão pode ser feito apenas de erva-mate, mas há quem goste de acrescentar algumas ervas à água, como: boldo, camomila, capim-limão, hortelã, funcho, guaco, etc. Tem também o chimarrão com leite, ao invés de água e também do tipo doce: com açúcar mascavo ou mel.

Os recipientes

A boa e velha cuia pode ser utilizada para servir as duas bebidas, porém o tereré tem a opção de ser preparado em um copo comum ou guampa. A guampa é um recipiente produzido com chifre de boi; possui um lindo formato e é especial para tereré.

Ambas precisam da bomba, utensílio indispensável para degustação dessas bebidas. Feitas com diferentes materiais, as mais indicadas são as de alumínio, seja por sua durabilidade ou qualidade. Algumas possuem detalhes em ouro e até pedras preciosas cravadas ao longo da peça.

 Preparação Tereré

A erva

Fique atento quando for comprar a erva, pois na embalagem consta a informação de sua finalidade: erva de chimarrão ou erva de tereré. O mate do tereré é mais grosso, diferente do chimarrão, que é uma erva moída, resultando em uma mistura fininha.

Dicas

  • Em uma rodinha de chimarrão ou tereré, respeite a ordem em que a cuia ou a guampa é passada de mão em mão: horária ou anti-horária.
  • Não fique “dormindo” com elas na mão, se não podem esfriar ou esquentar e isso não é legal.
  • Não mexa na bomba, pois isso bagunça a erva dentro do recipiente e estraga a bebida.
  • Se não gostar de bebidas quentes, não entre em uma roda de chimarrão. O mesmo para o tereré, que é bem geladinho.

Agora é só preparar aquele tereré geladinho e saboroso ou o chima quentinho e chamar os amigos e familiares para uma boa roda de mate, repleta de alegria e muita conversa.

E você, prefere tereré ou chimarrão? E de qual jeito?