O texto de hoje é especial para os fãs das provas de tambor e balizas em rodeios. Se você sonha em participar de uma dessas modalidades ou simplesmente ama assistir as competições, irá gostar de saber mais sobre elas. 

É lindo de se admirar a habilidade e força dos cavalos em contornar os tambores e alternar rapidamente as balizas, tudo isso com um peão ou amazona montado os guiando. Saiba mais sobre essas modalidades que reúnem emoção, agilidade e velocidade. 

Participantes 

Ambas as provas são para todas as idades de homens e mulheres, só é necessário se atentar ao peso para cada categoria, por exemplo: os competidores amadores devem pesar no mínimo 75 kg juntamente com os equipamentos. 

Regras básicas 

O uso de capacetes é obrigatório em algumas categorias. Os exames veterinários dos animais devem estar em dia e os competidores que estiverem machucados com cortes e ou outras feridas, febre, desidratação e uso de doping, serão desclassificados. 

Vestimenta 

O traje do peão deve contemplar camisa, culote ou calça jeans, botas e chapéu. Na categoria obrigatória, é necessário o uso do capacete. A camisa precisa estar abotoada e dentro da calça, para que o cavaleiro se apresente na pista a rigor. 

Prova de tambor 

Essa modalidade exige que o cavalo seja muito veloz, pois precisa contornar três tambores dispostos de forma triangular, no menor tempo possível. 

Prova de Tambor e Baliza

 

Quando o focinho do animal cruzar a fotocélula (dispositivo eletrônico que marca a largada e chegada), peão e cavalo seguem em direção ao primeiro tambor seja o da direita ou esquerda, contornando-o em 360°. Daí em diante segue-se para o segundo e terceiro tambores, contornando-os da mesma forma e seguindo para o ponto de chegada. 

Vale lembrar que cada tambor derrubado irá acrescentar cinco segundos ao tempo final do competidor. Ganha quem completar o percurso em menor tempo. 

Prova de balizas 

A prova de balizas exige um animal veloz e muito habilidoso, altamente treinado e forte. O percurso consiste em seis balizas sequenciais, distantes 6,5 metros uma da outra. 

Foto: Felipe Martins/GLOBOESPORTE.COM 

O competidor deve partir em linha reta até a primeira baliza, contorna-la e seguir costurando as demais, em alta velocidade, até a última. Volta fazendo o mesmo percurso até a primeira baliza, contornando-a e retornando em linha reta e alta velocidade, seguindo paralelamente a linha das balizas em direção ao ponto de partida. 

A derrubada de cada baliza implica em cinco segundo ao tempo final do competidor. Vence quem conseguir completar a prova em menos tempo. 

Quer sentir um pouco mais como que é o ambiente de competição desse tipo de prova? Confira o vídeo da Horse Brasil Channel sobre o VI Campeonato NBHA Brazil de Tambor e Baliza: 

Essas provas são encantadoras de se ver, pois é surpreendente como os cavalos são rápidos, fortes e muito habilidosos, treinados para serem ágeis e conseguirem manobrar os tambores e balizas no menor tempo possível. Se você já assistiu a alguma delas, conte para nós nos comentário o que achou.

 

Você também poderá se interessar em ler mais sobre o Turfe, a corrida de cavalos, popular no Brasil em diversos Jockeys Clubes, sempre com muitas apostas entre seus apreciadores.