Turfe - corrida de cavalos

Imagine, dentro dos feudos, nobres e guerreiros reunidos para assistir e competir em corridas montados em cima de cavalos. A modalidade era praticada já no século XVII como forma de desafiar grandes guerreiros e seus cavalos velozes. Ela cresceu tanto que, durante os períodos de colonialismo da Europa na África, espécies resistentes a corridas foram trazidas e cruzadas com as melhores europeias. Foi assim que surgiu o puro sangue inglês de corrida.

A Inglaterra é um dos países com maior tradição no esporte. E foi a um inglês, James Weatherby, que foi dada a tarefa de rastrear e registrar o pedigree de todos os cavalos de corrida do país. Esse hábito se mantém até hoje e, por isso, é possível saber a árvore genealógica de cada potro que nasce. Dessa forma, é possível analisar o desempenho dos familiares daquela linhagem e saber de pré-disposições sobre aquele animal na hora de apostar.

Lá, a palavra turfe é usada para designar as corridas, de forma coloquial. No Brasil, a modalidade é bastante disseminada entre os Jockeys Clubes e seus corredores. O sistema de apostas é organizado pelas próprias entidades com respaldo na lei federal.

As principais organizações que fazem reuniões com periodicidade semanal, baseadas em um calendário oficial para competições em hipódromos de voltas fechadas com disputas entre cavaleiros de Puro-Sangues ingleses, são o Jockey Clube Brasileiro, no Rio de Janeiro, o Jockey de São Paulo e o do Rio Grande do Sul. Por ser um esporte bastante complexo, hoje vamos falar apenas sobre as especificidades técnicas, acompanhe: 

Tipos de Corrida

Tipos de Corrida do Turfe

Existem, basicamente, dois modelos de corrida com diversas variações de classes e estilos. São elas a Flat e a Com Saltos. A Flat é a corrida focada na velocidade do animal, variando no tipo de pista e nas distâncias. Esse modelo não permite o uso de obstáculos a serem transpostos.

Já a corrida com salto foca na força, resistência e técnica do animal e é dividida em:

  • Chase, que imita uma perseguição a caça, com obstáculos difíceis de serem transpostos;
  • Hurdle, com obstáculos de tamanhos normais;
  • National Hunt Flat Races (NHF), que, apesar de não ter obstáculos, tem um percurso muito longo e desgastante. É, geralmente, usado para treinar cavalos a participarem das corridas Hurdle e Chase. 

 

Terreno

Os tipos fundamentais de superfície são dois: relva e sintético, sendo o segundo mais usado por facilitar a drenagem. Quando o hipódromo é trabalhado em relva é importante analisar toda a situação do terreno, uma vez que é muito difícil que os cavalos se adaptem a todos os tipos de solo. Está firme e seco ou molhado e macio? 

Classes de corrida

São as classes de corrida que ajudam a tornar as disputas mais justas.  No mundo do turfe temos diversas classificações, como as Handicaps - onde os animais levam pesos - Novatos, Aprendizes, Maiden - para cavalos que venceram - entre outros. As classes são identificadas por números de excelência:

  • Classe 1 Grupo 1 - grupo dos melhores cavalos e corredores.
  • Classe 1 Grupo 2
  • Classe 1 Grupo 3
  • Classe 1 Listed
  • Classe 2, Classe 3, Classe 4…

 

O Turfe é um universo cheio de especificidades, tanto no que envolve a técnica quanto no ambiente de apostas e o hipódromo. Esse texto busca trazer algumas curiosidades iniciais, portanto, se você tem outras dúvidas, compartilhe conosco nos comentários para que possamos responder nos próximos textos.